09 de agosto de 2020 - 00:27

? ºC Cuiabá-MT

Política

30/07/2020 08:41

DEM se reúne e planeja lançar Garcia em Cuiabá e apoiar Fávaro

Legenda quer lançar candidatos nas principais cidades do Estado

Lideranças do Partido Democratas (DEM), que é hoje a sigla com maior força política no Estado, à frente do Palácio Paiaguás com o governador Mauro Mendes, no comando da Assembleia Legislativa com Eduardo Botelho e ainda tem o senador Jayme Campos, querem ampliar os locais sob o comando da sigla. E para isso devem realizar uma reunião ampliada nos próximos dias para discutir nomes para disputar a Prefeitura de Cuiabá e o Senado Federal, em novembro.

A informação é do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, que a exemplo de outras lideranças democratas, reforça as declarações de que o DEM vai lançar candidatura própria ao Palácio Alencastro, hoje comandado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). O partido também fala em disputar a eleição suplementar para o Senado, onde será escolhido, em definitivo, um novo representante de Mato Grosso em Brasília, na cadeira que era da juíza aposentada, Selma Arruda (Podemos), cujo mandato conquistado nas eleições de 2018 foi cassado pela Justiça Eleitoral por crimes de caixa 2 e abuso de poder econômica.

Mauro Carvalho revelou que está prevista uma reunião para definir detalhes sobre a escolha do candidato do DEM para a Prefeitura de Cuiabá. Lembrou ainda que os irmãos Jayme e Júlio Campos, principais lideranças do partido no Estado ao lado do governador, vêm afirmando em diversas entrevistas que a legenda vai ter candidaturas próprias nas maiores cidades de Mato Grosso. 

"Eu sou apenas um filiado no DEM e secretário-chefe na Casa Civil e com certeza o DEM nesses próximos 10 dias estará marcando uma reunião da sua executiva pra discutir não só a candidatura de todos os municípios de Mato Grosso, mas também com relação ao Senado Federal que também provavelmente deverá ser um areunião conjunta a ser realizada no mês de novmembro", pontuou Carvalho. 

As eleições municipais e para o Senado estão marcadas para o dia 15 de novembro e as convenções serão realizadas entre 31 de agosto e 16 de setembro. Mas o democratas já estão avançando nas conversas internas para definir os nomes que serão lançados como cabeça de chapa. "Nos próximos dias teremos novidades grandes com relação às candidaturas nos municípios e no Senado Federal", disse Mauro Carvalho em entrevista ao programa Resumo do Dia.  

Embora Carvalho não tenha citado qualquer nome, o favorito do grupo de Mauro Mendes para encabeçar chapa numa disputa pela Prefeitura de Cuiabá é o suplemente de senador, Fábio Garcia, atual presidente estadual do partido. Garcia é empresário e já foi secretário de Governo em 2013, na gestão de Mauro Mendes enquanto prefeito de Cuiabá. Depois, foi eleito deputado federal nas eleições de 2014. No pleito de 2018, Fábio Garcia optou por ser o 1º suplente de Jayme Campos ao Senado.

Já ao Senado, a tendência é que a legenda apoie a candidatura do atual senador Carlos Fávaro. O ex-governador Júlio Campos (DEM) já sinaliza que não será candidato e pode até ser um dos suplentes de Fávaro.


Copyright  - A Noticias de HJ - Todos os direitos reservados  - contato@noticiasdehj.com.br