25 de novembro de 2020 - 02:20

? ºC Cuiabá-MT

Destaque

19/11/2020 11:09

Gisela oficializa apoio a Abílio e diz que candidato prometeu políticas para mulheres

Em reunião que aconteceu por mais de quatro horas na noite de quarta-feira (18), com diversos aliados políticos, a advogada e candidata derrotada no primeiro turno, Gisela Simona (Pros), decidiu o que já era esperado: no segundo turno ela irá não só votar, mas também apoiar o candidato Abílio Júnior (Podemos). O anúncio acaba de ser feito em entrevista coletiva concedida em um hotel da capital 

Na briga política entre o atual prefeito e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB) e o vereador Abílio, Gisela foi convencida pelo candidato do Podemos e reforçou discurso contra a corrupção ao oficializar o apoio. Ao la de Gisela estavam Cristiane Vaz, presidente municipal do PROS, João Batista, deputado federal e presidente estadual do partido, o vereador eleito Sargento Vidal (PROS) e Eron Cabral, presidente da Rede Sustentabilidade, legenda que apoiou o projeto de Gisela no primeiro turno. 

Segundo Gisela, na terça, um dia antes da decisão pessoal, ela se reuniu com Abílio e seu vice Felipe Wellaton (Cidadania) e ouviu deles que pautas voltadas pela defesa do servidor público, a permanência da Secretaria da Mulher e do Conselho de Cultura seriam mantidos caso ele fosse eleito. 

"Conversamos com todos os partidos da coligação, com nossos candidatos a vereadores e chegamos a uma decisão coerente para construir uma nova história para Cuiabá. Infelizmente temos hoje um diagnóstico de corrupção dentro da atual gestão. Nós defendemos como pilar no nosso plano de governo o combate implacável a corrupção e devo coerência ao eleitor. Não há como transigir corrupção. Esta coerência nos pesa muito na tomada desta decisão. Sabemos que a corrupção mata pessoas. Falamos da importância da secretaria da Mulher e o candidato se comprometeu a manter a pasta", disse Gisela. 

Já na quarta-feira, após bate papo com empresários na Federação das Indústrias (Fiemt), Abílio disse que estava disposto a manter as pastas, confirmando o que Gisela já havia pedido e que era fã de Gisela, colocando ainda a hipótese de que ela poderia, inclusive, fazer parte de seu staff na Prefeitura de Cuiabá. 

Com a confirmação da mudança de postura e garantias de uso do plano de governo de Gisela Simona em seu mandato, caso seja eleito, Abílio ganha mais um aliado político, sendo o terceiro grande nome. O primeiro foi o Democratas, o segundo a primeira-dama Virgínia Mendes e agora Gisela Simona com o Pros. 

Vale ressaltar que a decisão de Gisela não foi acompanhada pelo PDT, que fez parte de sua aliança partidária no primeiro turno, inclusive tendo o mastro Fabrício como candidato a vice-prefeito de Cuiabá. 

O PDT se reuniu e declarou que deve caminhar ao oposto de Abílio. A sigla não declarou apoio a Emanuel Pinheiro, mas confirmou que não vai com a chapa composta pelos vereadores. 


Copyright  - A Noticias de HJ - Todos os direitos reservados  - contato@noticiasdehj.com.br